Redução de impactos da agricultura no solo

Redução de impactos da agricultura no solo

Cursos CPT - Faça os melhores cursos do mercado sem sair de casa 04

 

 

 

 

 

 CONTATO / MAPA DO SITE

Texto extraído do site: www.cpt.com.br 

 

REDUÇÃO DE IMPACTOS DA AGRICULTURA NO SOLO

 

A maioria dos agricultores procuram produzir de forma sustentável, evitando que a agricultura acarrete impactos nocivos no solo

 

"Atualmente, muitos agricultores buscam produzir com sustentabilidade, sem que a agricultura cause impactos negativos no solo. Afinal, este é um valioso recurso natural suscetível à degradação por ações irresponsáveis e inconsequentes do produtor. Vale lembrar que o soso é um substrato natural indispensável ao crescimento das várias espécies vegetais", destaca Ulysses Costa Freire, engenheiro florestal e professor do Curso CPT a distância e Online Impactos Ambientais na Propriedade Rural - Prevenção e Controle.

 

Resultado de imagem para REDUÇÃO DE IMPACTOS DA AGRICULTURA NO SOLO cpt
Redução de impactos da agricultura no solo.

 

 

Reflorestamento

O reflorestamento é uma forma viável e ambientalmente correta de devolver a fertilidade ao solo. Além disso, a prática impede que o solo sofra erosão graças à sustentação proporcionada pelas espécies vegetais nativas. Da mesma forma, as florestas previnem a degradação do solo, além de salvaguardar mananciais e nascentes.

Segundo o Código Florestal, toda propriedade rural com áreas não agricultáveis deve obrigatoriamente proceder ao reflorestamento. Já as regiões desmatadas indevidamente devem passar por restauração florestal.

Como diminuir os impactos ambientais na agricultura.

 

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta

No sistema ILPF - Integração lavoura-pecuária-floresta, o produtor rural planta eucalipto, cultiva forrageiras e grãos, além de criar rebanhos, tudo em uma mesma área. A condução da ILPF pode ser feita sequencial ou simultaneamente, com o objetivo principal de preservar o solo. Como resultado, o produtor otimiza a produção de alimentos de forma sustentável e racional. São inúmeras as vantagens da ILPF, como: 

-> múltiplas atividades rentáveis na propriedade;

-> produção de forrageiras no período de entressafra;

-> ciclagem de nutrientes e retenção de água no solo;

-> recuperação de pastagens degradadas;

-> redução da emissão de gases nocivos na atmosfera;

->conforto térmico para o rebanho.

Como reduzir os impactos ambientais causados pela agricultura.

 

Plantio direto

No plantio direto, tanto a aração como a gradagem do solo são descartadas. O plantio das sementes é realizado diretamente em solo não revolvido. O processo é feito com o auxílio de plantadeiras, que formam covas em profundidade e largura adequadas para a boa germinação das sementes. A principal vantagem do plantio direto é o controle da erosão, já que a prática mantém os resíduos vegetais na superfície, graças ao não revolvimento do solo. São três as etapas do PD, a saber:

-> Colheita e distribuição dos restos culturais no solo (palhada);

-> Aplicação de herbicidas para controle de plantas invasores;

-> Plantio propriamente dito.

 

Rotação de culturas

Quando culturas são alternadas em uma mesma área, chamamos o processo de rotação de culturas. Os objetivos da prática são inúmeros, como aproveitar a fertilidade do solo (raízes com aprofundamentos distintos); otimizar a drenagem do solo; estimular a diversidade biológica local e facilitar o controle de pragas e doenças. Entretanto, para melhores resultados, devem ser considerados:

-> Condições e topografia do solo;

-> Clima da região e características da cultura;

-> Disponibilidade de mão de obra e implementos agrícolas;

-> Demanda no mercado consumidor.

 Impactos negativos da agricultura no meio ambiente.

 

Manejo de pastagens

Quando bem manejadas, as pastagens protegem o solo contra a erosão. Em contrapartida, se houver pisoteio excessivo do gado, além de alta taxa de lotação de animais no pasto, as pastagens sofrerão processo de degradação. Um meio eficaz de prevenir esse sério problema é com o pastejo rotativo.

Por meio dele, o produtor separa a pastagem em piquetes, realiza a ressemeadura das plantas forrageira, além de proceder a adubações periódicas. Com isso, a pastagem é conservada, com densidade de cobertura suficiente para o rebanho.

Saiba mais sobre o curso, assista o vídeo.

 

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Agricultura.

Leia o artigo: Implantação do Sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta.

______________________________________

AGRONEGÓCIOS - EMPREENDEDORISMO - EDUCAÇÃO - SAÚDE - TODOS CURSOS